Como está a saúde da mulher no Brasil? 

Pesquisas apontam que a ​saúde da mulher brasileira​ precisa de mais atenção e  cuidados! 

As mulheres têm o dom especial de serem delicadas, sensíveis e ao mesmo tempo, fortes e guerreiras​. Mulheres travam lutas diárias para cuidar de sua carreira, de  seus filhos, família e outros interesses. Algumas são pais e mães ao mesmo  tempo, lutam para educar seus filhos e dar a eles tudo que  precisam, em sentido material e emocional.

Essas mulheres, de todas as idades e classes sociais, lidam com as mais diversas situações e driblam os desafios e pressões impostos  pela sociedade.  Mas como está a saúde da mulher brasileira de modo geral?

Pode-se notar que a saúde da mulher brasileira NÃO vai bem, e é algo que  precisa de ​atenção​. Não apenas para continuar dando conta de tudo, mas para si  mesma, para ter uma qualidade de vida melhor. 

Bem, apesar de a mulher ser tão forte e capaz de realizar muitas atividades, não  podemos nos esquecer que ela é humana, e que assim como todo ​ser humano​, carece de  cuidados ​e também adoece. Na verdade, uma rotina bem apertada pode deixar o  corpo mais vulnerável à​ problemas de saúde​, devido ao ​estresse​, pouco tempo para  se alimentar corretamente ou descansar.  

O que está envolvido na ​saúde feminina​?   

Quando se diz saúde feminina, não se trata apenas de prevenção de ​doenças  relacionadas ao sistema reprodutivo e aos cuidados ginecológicos essenciais.  Nos últimos anos, pesquisas no Brasil indicaram inúmeras doenças que têm  atingido as mulheres, tanto físicas, quanto emocionais. Algumas delas, apontadas  como as principais, são: ​câncer de mama, osteoporose, mioma uterino, cistite ou a  mais famosa infecção urinária, síndrome dos ovários policísticos (SOP) e também  depressão. 

Além disso, como noticiado pelo site do​ Ministério da Saúde​ recentemente, “de  acordo com a pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças  crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), 7,7% da população adulta brasileira foi  diagnosticada com diabetes em 2018. As mulheres apresentam maior percentual de  diagnóstico com 8,1%, do que em homens 7,1%. As mulheres apresentaram também  obesidade ligeiramente maior, com 20,7%, em relação aos homens,18,7%.” 

Sobre a saúde mental feminina, a ​Organização Mundial de Saúde​ afirma que tem  sido afetada por seu “contexto de vida ou por fatores externos (socioculturais,  econômicos, de infraestrutura ou ambientais) e a identificação e a transformação  desses fatores pode ser uma direção para prevenção primária.”  Assim, pode-se notar que a saúde da mulher brasileira NÃO vai bem, e é algo que  precisa de ​atenção​. Não apenas para continuar dando conta de tudo, mas para si  mesma, para ter uma qualidade de vida melhor. 

Conclusão

A Biocura se preocupa muito com a saúde da mulher brasileira. Por isso, está  trazendo para o Brasil técnicas inovadoras e internacionais que visam melhorar  esses dados sobre a saúde da mulher. Técnicas que podem curar e deixar a mulher  ainda ​mais forte e saudável​ para continuar exercendo e cumprindo seus inúmeros e  importantes papéis. 

Conheça nosso canal no ​Youtube​, esperamos que por meio dele muitas mulheres  possam se beneficiar de um conteúdo exclusivo sobre saúde. Estamos preparando  uma playlist de vídeos de apenas 1 minuto com dicas valiosas que vão te ajudar no  dia a dia. Compartilhe com suas amigas, irmãs, namoradas, mães ou esposas.  Todos merecem e precisam ​saber mais​!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *